parallax background
Nossas Especialidades

Prova de Função Pulmonar

 

               A prova de função pulmonar é um exame que mede a capacidade  respiratória ou seja, ele é utilizado para medir a quantidade e o fluxo de ar que está entrando e saindo do pulmão.

               Esse exame também é conhecido como “Teste do sopro” ou “Espirometria”, e é um exame não invasivo, de curta duração (em média 30 minutos). Com ele o médico é capaz de avaliar através de alguns parâmetros, como está o funcionamento do pulmão. 

               Poderá ser feito com fins de diagnóstico de alguns tipos de doença respiratória, ou de  acompanhamento da evolução da doença pré-existente.

Quando é recomendado a realização do exame de Espirometria?

               Após a análise clínica em consultório, o médico poderá solicitar o exame de Espirometria sempre que houver sintomas como:

  • Falta de ar
  • Suspeita de asma
  • Anormalidades da caixa torácica
  • Dificuldade de respirar durante exercícios físicos
  • Respiração anormal
  • Presença de tabagismo
  • Doenças neuromusculares
  • Avaliação pré-operatória
  • Enfisema pulmonar
  • Doenças intersticiais pulmonar
  • Acompanhamento de tratamento de alguns tipos de doenças respiratórias

É muito importante ter consciência de que a realização desse exame deve ser feita por profissionais especializados. Pensando na segurança do diagnóstico de nossos pacientes, o Real Instituto do Pulmão conta com uma equipe capacitada na realização do exame.

A prova de função pulmonar é contraindicada, em casos que o paciente tenha sofrido infarto ou AVC, no período de dois a três meses antes da realização do exame.

Como é realizado a Prova de Função Pulmonar?

               Em nossa clínica você será direcionado para a sala de realização da Espirometria. É importante lembrar que o exame de Prova de Função Pulmonar pode ser realizado com o paciente em pé ou sentando, e é totalmente indolor. Será necessário também recolher alguns dados do paciente como altura e peso, para fazer o cálculo correto de acordo com seus parâmetros.

               Já no local será colocado um grampo no nariz, afim de assegurar que não passe nenhuma quantidade de ar pelo nariz na inspiração ou expiração. Logo em seguida o profissional responsável pela realização do exame, irá solicitar que o paciente respire em um tubo, que se assemelha com um canudo. Esse tubo é conectado diretamente ao aparelho de medição, que se chama espirômetro.

               Para a realização do exame de maneira correta, é preciso que o paciente preencha o pulmão ao máximo de ar através da inspiração, e em seguida que solte o ar inspirado o mais rápido que conseguir.

               A partir daí o espirômetro irá fazer a análise da quantidade de ar que o pulmão é capaz de armazenar e também a velocidade com que esse ar é expelido pelos pulmões. É de suma importância, que o paciente siga as orientações de realização do exame de forma correta,.

Cuidados antes da realização do exame

               É importante que o paciente tome algumas precauções antes da realização do exame, para que não aconteça nenhuma interferência nos resultados. Veja a seguir algumas das recomendações:

  • É proibido o uso de sedativos antes da realização do exame;
  • Evite ingerir alimentos que contenham cafeína
  • Se o paciente estiver com queixas de dificuldade de respirar devido a dores, também é recomendado que não faça a realização do exame;
  • Mulheres grávidas devem ter indicação médica para a realização do exame;
  • Evitar refeições copiosas antes do exame

Há outros casos em que também não é recomendado a realização do exame:

  • Pessoas que estejam gripadas ou resfriadas;
  • Infarto no miocárdio nos últimos meses;
  • Edema pulmonar;
  • Queixas de dores no peito;
  • Crise hipertensiva;
  • Cirurgias oculares recentes;
Fale Conosco
× Como posso lhe ajudar?